Sobre nós

A Seconda Prattica Coro e Orquestra foi criada em 2003 pelo maestro Moisés Cantos e faz referência a expressão usada pelo compositor italiano Claudio Monteverdi (1567-1643): Seconda Pratica que significa segunda prática em uma tradução literal do italiano. O coletivo orquestral se preocupa em apresentar a música com a estética adequada, ao mesmo tempo, com uma segunda prática – uma segunda opinião ou segunda possibilidade de interpretar as ideias do compositor e do período em que a peça foi escrita. Essa forma de conceber música também foi utilizada no momento de organização do coletivo permitindo a quebra de paradigmas nas relações interpessoais e na forma de lidar com os desafios que delas se apresentam.

Em comum, nossos músicos têm uma formação musical sólida, qualidade técnica apurada e dedicação necessárias para fazer música de maneira a cativar o público durante as apresentações. Contudo, a principal característica do grupo é sua segunda prática em relação ao status quo vigente no que tange à discriminação por diferenças de raça, cor da pele, idade, sexo e religião. A mescla de músicos de díspares ascendências, fases, origens, gênero e crenças, confere à Seconda Prattica um modo coerente de tratar e conviver com essas diferenças, contribuindo, ao mesmo tempo, para que nossas interpretações artísticas transcendam o escopo de meras apresentações técnicas e concorram para atuações com conteúdo emocional e sensibilidade necessárias para realçar que é possível a vida incorporar a arte.

O coletivo é composto por 24 músicos distribuídos pelos instrumentos de cordas (violinos, violas, violoncelos e contrabaixo), madeiras (flauta, oboés e fagote) e metais (trompas e trompetes). A composição da orquestra pode variar em função do repertório, bem como, incluir o coro (ou coral: grupo de músicos que cantam) para repertório em que este seja necessário.

Seconda Prattica

Missão

Apresentar a música de orquestra através de uma abordagem que envolva e amplie a perspectiva do público e patrocinadores sobre os potenciais desse segmento.

Visão

Promover e democratizar o acesso à música clássica, por meio de projetos inclusivos e inovadores.

Valores

- Respeito às pessoas e à individualidade;
- Responsabilidade e qualidade em todo o trabalho realizado, sejam ensaios ou concertos;
- Cordialidade no trato com todos.

Seconda Prattica Coro e Orquestra